Grupo se reuniu nesta quinta-feira, 02, com o Sebrae-ES, para discutir parcerias na área

 

O Sindicato da Indústria de Material Plástico do Espírito Santo (Sindiplast-ES) reuniu gestores de 38 empresas associadas, em um grupo privado, para a promoção e o fomento de boas práticas de Gestão de Pessoas. Intitulado Grupo de Boas Práticas de RH do Sindiplast-ES, a iniciativa tem o objetivo de fortalecer as relações entre as indústrias, compartilhar conhecimentos e promover cursos e treinamentos gratuitos na área de Gestão de Pessoas para colaboradores das empresas associadas ao Sindiplast-ES.

Para discutir uma possível agenda de cursos, parte do grupo se reuniu virtualmente nesta quinta-feira, 02, com o Sebrae-ES, quando também conversou sobre parcerias para a promoção de palestras, mentorias e a Semana do Plástico 2020.

O presidente Sindiplast-ES, Jackley Maifredo, destaca que apenas empresas associadas ao Sindiplast-ES podem participar do grupo, que conta com regimento próprio para manter o seu bom funcionamento, como a designação de até dois representantes da área de RH e um da direção para participar; a obrigatoriedade da participação em pesquisas anuais em temas relacionados à Gestão de Pessoas, a frequência mínima de 75% nos encontros e reuniões promovidas, o sigilo das informações compartilhadas entre o grupo e a construção colaborativa de temas discutidos e encontros realizados.

“A criação do Grupo de Boas Práticas de RH do Sindiplast-ES é uma forma de valorizar ainda mais o nosso associado, oferecendo conhecimentos e qualificações exclusivas, que serão realizadas através de parcerias com as próprias empresas participantes e outras instituições, como o Sebrae-ES. Temos profissionais especializados e de renome em nossas associadas, que podem compartilhar suas experiências e conhecimentos para contribuir com a excelência em Gestão de Pessoas em outras empresas”, afirma Jackley Maifredo.

Para o presidente do Sindiplast-ES, essa também é uma forma de fortalecer o associativismo e, consequentemente, todo o setor de Transformados Plásticos do Espírito Santo. “Atualmente, temos mais de 70 participantes no Grupo de Boas Práticas de RH. Temos iniciado a formatação desse grupo em reuniões por videoconferência e mantemos um diálogo constante por meio de um grupo no WhatsApp. O sucesso deste projeto só se dará com a assiduidade dos membros do grupo. As discussões têm sido enriquecedoras”, completa.

Inspiração veio de experiência em Manaus

A proposta para a criação do Grupo de RH do Sindiplast-ES veio da PMI South America, associada do Sindicato e responsável pelas marcas Stanley e Aladdin. A empresa, localizada no município de Cariacica, se inspirou em uma experiência bem sucedida de sua filial de Manaus, que atua em parceria com o sindicato local para fortalecer o benchmarking entre as empresas.

“Desde o primeiro momento em que propomos a criação do grupo, o tema evoluiu muito rápido. O Sindicato foi bastante receptivo e está empenhado em fortalecê-lo. A nossa expectativa é promover encontros bimestrais para debate de temas de RH relevantes para nossa Indústria, como trocas de experiências e boas práticas de treinamento e desenvolvimento, remuneração e benefícios e outros desafios comuns às empresas, com propostas de soluções conjuntas”, afirma a gerente de RH da PMI, Bianca Góis.

Ela conta que, em Manaus, o Grupo de RH foi responsável por implementar uma Pesquisa Anual de Salários e Benefícios, fundamental para o planejamento e o desenvolvimento de práticas de RH nas empresas. Para garantir que a agenda proposta aconteça, o Grupo de RH do Sindiplast-ES estabeleceu a figura de líderes, responsáveis por engajar e fomentar as discussões, além de assegurar a frequência dos encontros.

“Este é um trabalho que está sendo iniciado, com as primeiras conversas sobre as regras de funcionamento do grupo e sua agenda de ações. O primeiro passo é levantar o que é feito pelas áreas de RH das empresas do setor e, a partir desse diagnóstico, propor práticas que contribuam com o desenvolvimento de cada empresa. Nosso objetivo maior é o fortalecimento da indústria no Estado”, completa Bianca Góis.

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Powered by