O Sindiplast-ES realizou mais uma edição da Semana do Plástico, entre os dias 23 e 27 de outubro, na Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) e em unidades do Sesi-ES e Senai-ES. Neste ano, o principal evento do setor de Transformados Plásticos do Estado teve como tema central “O Plástico no Agronegócio” e proporcionou debates diversos visando à melhoria da competitividade e à expansão do setor capixaba.

O presidente do Sindiplast-ES, Gilmar Regio, aponta que a escolha do Agronegócio como tema central levou em consideração o fato de que o setor de Plásticos pode contribuir com soluções para os agricultores do Estado e o seu consequente desenvolvimento. Ele ressalta ainda que, para os integrantes da Indústria do Plástico, foi preparada uma programação voltada para o aprimoramento de práticas de gestão e para a promoção da inovação.

Entre os atrativos da programação estavam palestras, workshops, premiações, Interface Setorial e Dia de Lazer e Cultura, que reuniram empresários, representantes do poder público e entidades ligadas à indústria e ao segmento de Plásticos. Durante todo o evento, o plástico foi o protagonista em diferentes debates, mostrando, mais uma vez, a sua importância para a sociedade.

Desde a cerimônia de abertura, o clima foi de sucesso. Os 120 presentes ouviram as boas-vindas do presidente do Sindiplast-ES, Gilmar Regio, do executivo da Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (FAES), Murilo Pedroni, do assessor econômico da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), Marcos Nascimento, e do primeiro vice-presidente da Findes, José Carlos Zanotelli, que também prestigiaram o evento. Os convidados puderam ainda assistir à palestra “Plástico: vilão ou solução”, apresentada pelo analista de Relações Institucionais da Braskem, Daniel Fleischer.

A noite também teve premiações aos vencedores do Prêmio de Honra ao Mérito Empresarial, entregue ao empresário Robson Barcelos Regiani, da Magnatech Embalagens, e a cada uma das três categorias do Prêmio InovaPlast. Foram eles: a Plasvit, na categoria Produto, com o projeto “Tampa Pet 1881”; e a Sacaria Serrana, duplamente premiada nas categorias Processo, com o projeto “Mais com Menos”; e Modelo de Negócio, com o programa “Mico gestão aqui não”. As empresas associadas Embali S/A, Maifredo Embalagens e Fibral receberam a placa de menção honrosa da premiação.

Os estudantes não ficaram de fora. Diego Araújo Lopes da Cunha venceu o Prêmio Melhor Aluno Escola do Plástico e o Centro Integrado Sesi, Senai IEL José Bráulio Bassini, de Colatina, sagrou-se campeã da Gincana Tampinha Legal. A gincana, aliás, ganhou um mascote para representá-la, batizado de Tampécio, que foi escolhido por meio de um concurso de criação que contou com a participação de 186 alunos do 6º ao 9º ano das unidades do Sesi-ES.

Outra novidade foi o lançamento do Programa “O Plástico ES na Indústria 4.0”. “O programa tem como princípio preparar a Indústria de Plásticos do Espírito Santo para alcançar uma nova era. É como se estivéssemos saindo do estágio atual de industrialização para atingir o patamar mundial de excelência”, afirma o diretor Comercial da Findes, Roberto Füllgraf, que desenvolveu o projeto. As ações do programa serão apoiadas pelo Senai-ES.