O Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado do Espírito Santo (Sindiplast-ES) foi o anfitrião da sexta edição do Benchmarking Sindical, promovido pelo Programa de Desenvolvimento de Associativismo da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O evento, que aconteceu no dia 31 de julho, de 8h30 às 18h, no plenário da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), debateu as boas práticas sindicais.  

Participaram do encontro cerca de 40 pessoas, dentre presidentes e diretores de 12 sindicatos nacionais dos estados do Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Mato Grosso, executivos das Câmaras Setoriais Industriais (CSI) e dos Conselhos Temáticos (Consats) e executivos de sindicatos patronais da Findes. 

O Sindiplast-ES foi escolhido para receber os representantes por ser o sindicato da Findes com mais práticas no Catálogo de Boas Práticas Sindicais da CNI. Estas ações, segundo o presidente Jackely Maifredo, vêm sendo apresentadas em eventos nos quatro cantos do Brasil e buscam entregar mais valor aos associados.  

O principal objetivo do Benchmarking Sindical é dar visibilidade às práticas que tenham potencial de replicabilidade em outros sindicatos. “Esta oportunidade foi muito bem-vinda para dialogarmos com outros setores, de diferentes estados brasileiros, e mostrarmos o que estamos fazendo por aqui”, pontua Jackley Maifredo. 

Dentre suas práticas, o Sindiplast-ES apresentou as ações de Comunicação, a Interface Setorial de Negócios, a Semana do Plástico, a Escola Senai do Plástico, a Gincana Tampinha Legal e a criação do Código de Ética do Sindicato. Executivos do Sesi-Senai também mostraram aos participantes aspectos do relacionamento das unidades de negócios da Findes com os sindicatos.  

O gerente-executivo do Sindicalçados-PB, Thiago Melo, agradeceu ao Sindiplast-ES por abrir suas portas e mostrar seus portfólios de negócios. “Quando saímos da nossa realidade para entrar no universo de outro sindicato, vemos o quão grande podemos ser futuramente. O Sindiplast-ES possui projetos que o colocam em evidência no cenário nacional, o que atrai tanto o industriário quanto a população em geral. O Tampinha Legal, por exemplo, envolve toda a população e beneficia mais de uma parte da sociedade”, disse. 

Já o presidente do Sindimassas-PI, Marcelo Medeiros, destacou que o evento foi importante para seu crescimento. “O que muito me chamou atenção foi a forma com que o Sindiplast-ES vem trabalhando com os associados, procurando agregar neste momento difícil para os sindicatos e desenvolvendo eventos e outras ações para conseguir recursos financeiros. Outro ponto é a alternância dos presidentes, que chegam com novas ideias e acabam atraindo mais associados e fazendo surgir novas iniciativas”, ressaltou.  

Quem também saiu satisfeito do evento foi o vice-presidente do Sindigraf e da Abigraf-RS, Roque Noschang, que elogiou a sincronia existente entre CNI, FINDES, Sindicatos, Senai, Sesi, IEL e o IDEIES, além das práticas de Comunicação do Sindiplast-ES. “Fiquei encantado com as práticas de Comunicação e a Interface Setorial de Negócios, o que torna o Sindiplast-ES um dos sindicatos mais bem organizados do ponto de vista gerencial, com uma gestão realmente profissionalizada e um Planejamento Estratégico muito bem definido e colocado em prática no dia a dia”, disse.