Ciclo de Qualificações 2020

Acontece nos dias 15 e 17 de dezembro o último curso do Ciclo de Qualificações 2020 promovido pelo Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado do Espírito Santo (Sindiplast-ES), em parceria com a Findes, para empresários e profissionais do setor de Transformados Plásticos. O curso “Planejamento Financeiro Empresarial” será ministrado pela consultora e especialista em Gestão Empresarial Mara Stocco, a partir das 18h30, por meio de plataforma online. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas neste link. O curso abordará temas como gestão financeira empresarial; principais demonstrações financeiras; gestão do capital de giro; captação e aplicação de recursos; análise de crédito e cobrança; gestão dos custos empresariais; gestão e elaboração do fluxo do caixa; indicadores financeiros; planejamento, elaboração e gestão do orçamento empresarial; boas práticas de gestão financeira estratégica; e estrutura e modelagem financeira da empresa.

Segundo Mara Stocco, a qualificação visa à compreensão dos principais conceitos de planejamento e orçamento empresarial, assim como o entendimento da necessidade da elaboração do planejamento financeiro empresarial e dos processos para elaborá-los. “O curso ainda propõe uma análise das principais variações orçamentárias, tanto na sua elaboração quanto nos resultados alcançados, considerando os fatores que influenciam as finanças, tais como mix e precificação de produtos e serviços, custos fixos e variáveis, estoque, entre outros”, explica a consultora.

O presidente do Sindiplast-ES, Jackley Maifredo, afirma que o estímulo à qualificação no setor de Transformados Plásticos foi uma das premissas adotadas pelo Sindiplast-ES em 2020, ano em que muitos empresários e gestores precisaram se reinventar, inovar e mudar estratégias para permanecerem competitivos no mercado. Maifredo acrescenta que o Sindiplast-ES já está trabalhando em um novo plano de qualificação e aperfeiçoamento para 2021.

“Temos conversado com nossos associados para verificar suas demandas e também dialogado com o mercado de maneira geral, a fim de propor qualificações, conhecimentos e experiências profissionais que proporcionem mais protagonismos às empresas de Transformados Plásticos, colaborando com a melhoria da sua competitividade, e que também se alinhem às expectativas do mercado”, finaliza.